20 no

Acha que é só você que se atrapalha na hora de aprender ou até mesmo de falar em inglês? Claro que não! Existem palavras que confundem até mesmo os nativos da língua. Vamos descobrir alguns dos erros mais comuns e evitá-los em nossa próxima conversa ou na produção de textos escritos?

 

Palavras com a Pronúncia Parecida ou Igual

 

They’re – Their – There

A – They’re é a contração de They are, ou seja: Eles(as) são / Eles(as) estão.

Exemplos:
1. “Where are your parents?”      “They’re at home.”
(“Onde estão os seus pais?”   “Eles estão em casa.”)

2. “Who are they?”     “They’re my students.”
(“Quem são eles?”  “Eles são os meus alunos.”)

 

B – Their é um pronome possessivo que significa, deles ou delas.
Exemplos:
1. “I need to prepare their breakfast.”
(“Eu preciso preparar o café da manhã deles.”)

2. “Their car is not in the garage.”
(“O carro deles não está na garagem.”)

 

C – There pode significar lá, ali ou aí.
Exemplos:
1. She’s there now.”
(“Ela está agora.”)

2. “Who’s there?”
(“Quem está ?”)

3. “Peter is right there.”
(Peter está logo ali.)

 

Your – You’re

 

A – You’re é a contração de You are, ou seja: Você é – está / Vocês são – estão.
Exemplos:
1. “John, you’re my best friend.”
(“John, você é meu melhor amigo.”)

2. “You’re so intelligent.”
(“Você é tão inteligente.”)

3. “Julie and Justin, you’re in the wrong classroom.”
(“Julie e Justin, você estão na sala errada.”)

 

B – Your é um pronome possessivo que significa seu / sua ou seus / suas.
Exemplos:
1. “Where’s your jacket?”
(“Onde está a sua jaqueta?”)

2. “Your car blocking the driveway.”
(“O seu carro está bloqueando a entrada da garagem.”)

3.“Your friends are here.”
(“O seus amigos estão aqui.”)

 

Write – Right

 

A – Write é a forma presente do verbo To Write (escrever).
Exemplos:
1.“How often do you write emails?”
(“Com que frequência você escreve e-mails?”)

 

B – Right significa certo, direito e direita.
Exemplos:
1.“You’re right.”
(“Você está certo.”)

2.“This is your right.”
(“Isso é seu direito.”)

3.“Turn right, please.”
(“Vire à direita, por favor.”)

 

Existem também algumas atitudes que impedem que a gente aprenda inglês com qualidade. Veja algumas:

 

– Achar que é perda de tempo: Sério mesmo que tem gente que acha que aprender inglês é algo rápido e que não precisa de aplicação pessoal?  Estudar o idioma exige dedicação e esforço, tempo e confiança para recomeçar quando se erra e buscar ser cada vez melhor. Fluência está diretamente relacionada à dedicação e estudo. Guarde isso!

 

– Achar que é algo “passageiro”: Guarde esta dica preciosa: aprender inglês é acima de tudo incorporar a língua ao seu cotidiano, à sua vida. Você precisa vivenciar o idioma naquilo que faz para que ele comece a fazer parte das suas relações e de sua cultura.

 

– “Só” ir pra aula: Opa. Repense isso. Você precisa se engajar em tudo o que a escola de oferece para que possa se sentir imerso na cultura do idioma. Vale também fazer amigos, se encontrar na biblioteca, assistir a sessões de filmes juntos, para discutir, debater e interagir com as pessoas falando o idioma.

 

Aproveite que as matrículas para o nosso Superintensivo estão abertas, clique aqui e saiba mais !